Bons Ares Argentinos!

IMG_0453_Fotor_Collage_Fotor

Ja fiz e refiz esse post umas três vezes. Tem tanta informação legal para compartilhar mas não quero ficar cansativa. Vou sintetizar o post através de tópicos, com dicas rápidas, pra ficar uma leitura agradável e informativa.E ainda, vou fazer publicações individuais sobre os restaurantes que desfrutamos, inclusive do El Bistro do Faena Hotel Universe e o Cabaña Las Lilas da rede Rubayat que temos aqui no Brasil. Esses posts vão estar inseridos na categoria “GASTRONOMIA” no item “VIAGENS” no Menu que vemos na página do BLOG.

E finalmente conhecemos a cidade com ar europeu de nossos vizinhos hermanos, Buenos Aires! Nossa viagem foi baseada em passeios turísticos e típicos da cidade pelo curto período de tempo que passamos por la. 

{Dica rápida} Na ida paramos no Aeroparque, foi ótimo pois ele é bem localizado dentro da cidade. Na volta partimos pelo Ezeiza, esse aeroporto fica a mais de 45 minutos da cidade e possui um Free Shop gigantesco. O portão de embarque é o mesmo para todos os voos, por isso, todas as pessoas passam simultaneamente pela alfândega e pelo free shop, o processo fica mais demorado e as filas imensas. O ideal é ir com bastante antecedência.

Ficamos hospedados em um hotel no centro, praticamente na frente ao Obelisco. Apesar de eu ter lido algumas críticas negativas sobre o centro, eu achei que foi uma localização excelente pra quem ia turistar pelos principais pontos turísticos da cidade como nós, próximo de praticamente todos os lugares que visitamos.

IMG_0215

Obelisco.

{Dica rápida} O dolar é aceito em todos os lugares, já o real não. Trocamos os pesos argentinos por $3,10/real no aeroporto. Em alguns restaurantes e casas de câmbio, os valores variavam de $3,50 a $4,00/real.

Nós ficamos encantados com Buenos Aires. A cidade é considerada uma das maiores com área metropolitana da América do Sul, perdendo apenas para São Paulo, e, na minha opinião, ela está muito a frente do nosso estado brasileiro em determinados requisitos. Com aquele ar europeu, edifícios históricos preservados, cidade limpa, muito bem arborizada, além de termos sido muito bem tratados pelos hermanos em todos os cantinhos da cidade. Nossos passeios aconteceram entre o centro e os principais bairros, vou organizá-los através de tópicos como dicas de passeios e localização, e ainda vou publicá-los em diferentes posts:

? Centro

? Obelisco – está localizado no cruzamento das principais avenidas do centro, Avenida Corrientes e 9 de Julho.

DCIM100GOPROG1211182.

? Casa Rosada – Sede do governo de Buenos Aires, está localizada em frente a Plaza de Mayo e a Puente de La Mujer, próxima a Calle Florida.

? Puerto Madero – Puerto Madero merecia um tópico individual, porém, como está localizado a 5 minutos do centro, sugiro incluir a visita no mesmo passeio. O bairro margeia o Rio de la Plata com sua arquitetura rústica e encantadora.

? Puente de La Mujer – projetada pelo top arquiteto espanhol Santiago Calatrava, além de linda e contemporânea, a ponte possui uma fluidez incomparável. Localizada em Puerto Madero, em frente a Casa Rosada, ao lado do Cabaña las Lilas e próxima do Faena Hotel Universe.

IMG_0316_Fotor_Collage

? Calle Florida – apesar de muitas pessoas denominarem a Calle Florida como uma 25 de Março argentina, eu já descreveria para os paulistanos de plantão como uma Rua Augusta. Não achei nem um pouco parecida, pelo contrário, é sofisticada, possui umas lojinhas super descoladas, muito couro, flores espalhadas pela rua, exceto pelos brasileiros que te abordam vendendo diversos passeios e city tours pela cidade.

IMG_1158_Fotor_Collage

? Galeria Pacífico – a Galeria é um shopping localizado na Calle Florida, com um pintura linda na cúpula central do edifício, realizada por cinco artistas em 1946 que se inspiraram na arte iconográfica dos valores primários e práticas socioculturais de diversas culturas. Vale a pena conhecer!

DCIM100GOPROG1181168.

? Palermo

? MALBA – Museu de Arte Latino Americano – Como sabem, sou uma arquiteta em um caso de amor com a arte. E por isso, não poderia ter deixado de conhecer o MALBA, museu super contemporâneo, com obras incríveis e artistas interativos, inclusive é lá que está exposto nosso famoso quadro da Tarsila do Amaral – Abaporu. O museu está localizada da Avenida Figueroa Alcorta, próximo ao Jardim Japonês.

IMG_0433_Fotor_Collage

IMG_0459_Fotor_Collage

IMG_0447

? Jardim Japonês – sinceramente, depois de ter conhecido o Jardim Botânico do Rio de Janeiro, achei o Jardim Japonês de Buenos Aires um pouco acanhado. Mas o paisagismo é lindo e a vegetação muito preservada, porém, o passeio é curto e com poucos atrativos (na minha opinião). O jardim também está localizado na Avenida Figueroa Alcorta e possui um restaurante que atende em horário de almoço.

IMG_0381_Fotor_Collage

? Jardim Botânico – a caminho de Palermo Soho, encontramos o Jardim Botânico e demos uma volta por ele. Uma delícia para descansar e desfrutar da natureza. O jardim fica na Avenida Santa Fé, ao lado da Plaza Itália.

IMG_0503_Fotor_Collage

{Dicas rápidas}

? Não deixem de comer as medialunas con dulce de leche. São croissants argentinos acompanhados com o melhor doce de leite que eu já provei.

? As tomadas de Buenos Aires, além de serem 220v, são com 3 pinos “chatos”. Não esqueçam do adaptador universal, e se esquecer, o adaptador é vendido em alguns mercadinhos distribuídos pela cidade.

? Você encontra o Café Havanna na cidade inteira, e apesar de ter um alfajor delicioso, os argentinos ainda preferem o tradicional doce de leite caseiro, menos comercial.

IMG_0713

Parada para um cafezinho no Havanna. Meu marido exagerou nos alfajores. 

No próximo post vou compartilhar sobre os bairros descolados Palermo Soho e Palermo Hollywood, a divertida Recoleta e suas tradicionais empanadas argentinas, a encantadora rua Caminito e a feirinha de San Telmo. E ainda, dar um destaque especial ao famoso tango argentino.

Beijos e até mais.

Comente esse post!

Deixe seu Comentário

Posts Relacionados
Instagram Sigam o nosso perfil!